segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Nutrição Aplicada à Medicina - Alimentos Termogênicos e Emagrecimento


        Alimentos termogênicos aumentam a temperatura do organismo, acelerando metabolismo e maximizando a perda de gordura durante o processo de digestão.
        O tratamento da obesidade através da restrição calórica em detrimento da ingestão suficiente de certos nutrientes importantes, na minha opinião, é inadequado; as transformações que ocorrem dentro de nosso organismo por decorrência da ação de substâncias nutritivas que ingerimos deve ser o suficiente para mantê-lo funcionando. Além disso, do total de energia (calorias) que consumimos em um dia (nosso metabolismo basal), cerca de 60 a 70% são gastos em funções vitais (respiração, batimento cardíaco etc.) e mais 10 a 12% no gasto termogênico dos alimentos e tarefas do dia a dia.
        Outra desvantagem da restrição calórica é o chamado efeito platô, que se caracteriza quando o organismo se adapta à restrição alimentar e passa a consumir menos energia (calorias) para suas funções vitais (metabolismo basal diminuído).
        A velocidade metabólica, porém, é influenciada por diversos outros fatores além da alimentação: genética, altura, peso (nesse caso, em relação à composição corporal), densidade corporal, sexo, sedentarismo, temperatura ambiente, idade etc.
        O mais indicado é que o indivíduo procure orientação nutricional de profissional qualificado para atender ao seu caso individualmente. Como pudemos ver, é necessária alimentação equilibrada com a valorização de substâncias nutritivas e restrição de alimentos pobres em nutrientes e ricos em açúcares, sal e gordura "ruim", e não uma restrição calórica sem a análise do que se está ingerindo. 
        Alimentos termogênicos (ricos em fibras, por exemplo), auxiliam na queima de calorias, pois tornam mais lento o processo de digestão e aceleram o metabolismo basal. Alimentos desintoxicantes (sucos, vitaminas, minerais e alguns chás) ajudam a eliminar resíduos e toxinas provenientes da ingestão se alimentos refinados e muito processados.
         Cuidado com as "dietas da moda": dieta da lua, das frutas, dos pontos, do tipo sanguíneo, da USP (que nada tem a ver com a universidade) etc. Essas dietas levam a um emagrecimento rápido, porém não eficaz e, além disso, não possuem equilíbrio nutricional, algumas desidratam, causam anemia e outras doenças provenientes de carências nutricionais.






Nenhum comentário: